Como fazer uma pintura industrial: Tudo que precisa saber

Bomba Airless Tiger 16.400 (16:1, hidráulico de 400cc, ou 400Ml por ciclo)
março 22, 2021
pistola wa 200 caracteristicas
Pistola WA-200: tudo sobre a Pistola de Pintura Automática
setembro 27, 2021
como fazer pintura industrial

Para evitar a corrosão de seus equipamentos, tubulações e estruturas metálicas, muitas empresas procuram formas de como fazer uma pintura industrial.

Isso porque essa técnica é indispensável para evitar esse processo de deterioração, que pode prejudicar as propriedades mecânicas dos equipamentos com o passar do tempo.

Por isso é extremamente necessário conhecer mais sobre esse método de pintura para evitar todos os problemas relacionados à corrosão.

Nesse sentido, preparamos um conteúdo completo para você se aprofundar no tema e encontrar uma solução eficaz para essa questão. Para saber mais, continue a leitura!

Como fazer pintura industrial: Afinal, o que é pintura industrial?ítulo aqui

Antes de entrarmos mais à fundo no tema, é preciso definir o que é uma pintura industrial.

Pois bem, essa é uma técnica avançada de pintura utilizada para revitalizar e proteger peças metálicas contra a corrosão, em especial as de aço, material esse que pode se corroer facilmente quando em contato com o ar e a água.

Por isso é essencial acionar a pintura industrial para impedir deteriorações e estragos em equipamentos, que podem perder suas propriedades mecânicas quando em estado de corrosão avançado.

Como funciona a pintura industrial?

A pintura industrial é completamente diferente da convencional. Isso porque ela envolve técnicas bem mais avançadas.

Assim, para sua realização, é necessário o uso de ferramentas e materiais específicos e robustos a fim de garantir o resultado desejado.

Além disso, a pintura industrial deve ser realizada por profissionais capacitados e com experiência nessa atuação.

Qual é a importância da tecnologia no processo de pintura industrial?

Como mencionamos, os materiais utilizados para a realização de uma pintura industrial precisam ser mais robustos quando comparados aos de uma pintura comum. Afinal, trata-se de um procedimento mais complexo.

Isso quer dizer que a tecnologia é indispensável para que esse processo se torne mais rápido, eficaz e para que os resultados obtidos sejam satisfatórios.

Ou seja, quanto mais tecnológica for a ferramenta utilizada na pintura industrial, mais otimização haverá no processo e melhores serão os resultados.

Tipos de processos para fazer a aplicação da pintura industrial

Existem diferentes tipos de pintura industrial, ou seja, que podem ser realizadas a partir de diferentes processos.

Os principais são: pistola airless, pistola convencional, trincha ou pincel e rolo de lã ou material sintético. Conheça mais sobre cada um deles!

Pistola airless

A pistola airless, ou pistola sem ar, é uma técnica que impulsiona a tinta por meio hidráulico até o bico do equipamento, onde ela é pulverizada por micro orifícios.

Através dela podem ser aplicadas tintas sem solventes e em espessuras elevadas.

Essa é uma técnica altamente potente, eficaz e que apresenta pouquíssimas falhas. Ou seja, é muito produtiva e quase não há desperdício de tinta durante a aplicação. 

como fazer pintura industrial pintura airless

Pistola convencional

Na pistola convencional, ou pistola a ar, a tinta depositada é impulsionada por meio da pressão do ar.

Nessa técnica, a tinta precisa ser diluída para que possa fluir com facilidade pelo equipamento.

Aqui, pode haver perdas maiores de tinta durante a aplicação quando comparada à pistola airless.

como fazer pintura industrial pistola convencional

Trincha ou Pincel

A trincha ou o pincel podem ser utilizados para a aplicação de tinta em pequenas áreas ou cantos de difíceis acessos.

Esse método, entretanto, é arcaico e menos produtivo, justamente por não apresentar aspectos tecnológicos que ajudem na desenvoltura da pintura.

Rolo de lã ou material sintético

O rolo é um equipamento cilíndrico que pode ser produzido com lã ou fibras sintéticas. Ele pode ser utilizado para a aplicação de tinta em áreas mais planas.

Entretanto, de forma similar à trincha ou ao pincel, ele é uma ferramenta mais arcaica, que possui um certo desperdício de tinta e não é tão produtivo como as pistolas.  

Afinal, qual é o melhor processo?

Como vimos, as pistolas, principalmente as que possuem tecnologia airless, são mais produtivas e eficazes do que os pincéis ou rolos. Isso se justifica pelo fato de as primeiras apresentarem recursos que otimizam o processo.

Portanto, como a melhor técnica é aquele que desperdiça menos, é mais rápido e rende mais, as pistolas, principalmente a airless, saem disparado na frente. 

como fazer pintura industrial procedimentos

Quais são as etapas do processo de pintura industrial?

De modo geral, a pintura industrial conta com duas etapas: o pré-tratamento e a pintura em si. Ambas, no entanto, são fundamentais para a obtenção de um bom resultado no processo.

O pré-tratamento, como o próprio nome sugere, consiste no preparo da peça para receber a tinta. Sua finalidade é garantir a fixação e o bom resultado da pintura.

Podem ser utilizados alguns processos químicos nessa etapa, como desengraxe, decapagem, fosfatização e nanotecnologias.

Já a pintura em si consiste na etapa em que a tinta será distribuída uniformemente sobre a peça metálica.

Como já mencionamos, o processo pode ser a partir da pistola airless, pistola convencional, pincel ou rolo, sendo que as duas primeiras opções são mais eficazes.

Como fazer uma pintura industrial?

Depois de todas as informações necessárias, você deve estar querendo saber como fazer uma pintura industrial, não é mesmo?

Pois então, o primeiro passo é realizá-la antes mesmo dos equipamentos, tubulações ou estruturas metálicas começarem o processo corrosivo.

Isso porque a pintura industrial tem capacidade preventiva. Ou seja, ela pode evitar o início de uma corrosão. Portanto, não espere acontecer para remediar.

O segundo passo é adquirir ferramentas específicas para a técnica, como a pistola airless e a tinta para pintura industrial.

Por fim, contrate um profissional especializado e experiente que possa realizar as duas etapas do processo, tanto o pré-tratamento como a pintura em si. Afinal, é necessário conhecimento para poder aplicar de forma correta todos os recursos na pintura.

Encontre os melhores equipamentos com a tecnologia Airless na Tornado!

Conclusão

Como vimos, saber como fazer uma pintura industrial requer o entendimento de que o processo necessita de ferramentas investidas em tecnologias para que ele seja otimizado.

Portanto, por esse ser um procedimento extremamente necessário para evitar a corrosão e os danos que essa possa trazer para os equipamentos, é preciso que ele seja realizado da melhor forma e com os melhores equipamentos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *