Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Bomba de Pintura
Pistola de Pintura
Tanque de Pressão
Bomba Duplo Diaframa
Acessórios p/ Pintura Industrial

Pintura com Compressor: Dicas, Funcionamento e Vale a Pena? Descubra Tudo Aqui!

A pintura com compressor costuma ser mais eficiente do que aquela tradicional, em que se utilizam os equipamentos convencionais, como o rolo e o pincel de pintura.

Para realizar esse tipo de pintura, é preciso contar com um compressor de ar e uma pistola de pintura compatível com a tecnologia.

A pintura com compressor pode ser realizada a nível industrial, quando são respeitadas normas próprias e equipamentos de alta tecnologia são utilizados, ou para usos mais simples, como a pintura de paredes, com um equipamento mais simples.

Neste artigo vamos te explicar como funciona e como fazer pintura com compressor.

Portanto acompanhe o texto e tenha uma boa leitura!

É possível fazer pintura com compressor?

É totalmente possível fazer pintura com compressor de ar. Inclusive, esse tipo de pintura é muito versátil.

A pintura com compressor serve para pintura de superfícies mais simples, como paredes e até mesmo alguns pisos, como também estruturas metálicas.

A ação do tempo, sobretudo por conta da exposição à chuva e ao sol, pode danificar estruturas de metais, como portões de casa, por exemplo.

Por isso, objetos de metal podem apresentar ferrugem, corrosão e perda de cor, necessitando assim de reparos ou até mesmo troca.

Dessa forma, a pintura com compressor se mostra bastante útil.

Além desse uso mais comum, a pintura com compressor também pode ser utilizada no setor industrial. 

Contudo, os equipamentos utilizados na pintura industrial são maiores, mais robustos e modernos. 

Geralmente, eles contam com compressores de ar com motor mais potente, gastando assim mais energia elétrica.

Os modelos mais básicos são utilizados para uso caseiro, por pintores amadores ou profissionais.

Vantagens da pintura com compressor

A pintura com compressor se mostra muito vantajosa em relação a pintura tradicional. Dentre os benefícios da pintura com compressão podemos citar:

  • pintura mais rápida e produtiva;
  • alcance facilitado de superfícies de difícil acesso;
  • maior economia de tinta/impermeabilizante;
  • acabamento de alta qualidade;
  • maior praticidade;
  • pintura uniforme.

Porém, tenha em mente que, apesar de todas as vantagens, a pintura com compressor requer práticas e ajustes adequados para obter os melhores resultados. 

Com o tempo, certamente, você ganhará mais habilidade e confiança para aproveitar ao máximo essa técnica. 

Como funciona um compressor para pintura?

O compressor de ar para pintura é uma máquina que funciona à base de um motor elétrico ou a gás, que alimenta propriamente o equipamento de ar comprimido.

Sendo assim, por movimentos mecânicos, produzidos por energia elétrica, gasolina ou diesel, é possível comprimir o ar.

O ar comprimido é utilizado em máquinas de pintura aerográfica. Basicamente, o ar é enviado pela mangueira, que é conectada a uma pistola de pintura.

O ar, misturado com a tinta, consegue pulverizar tinta/impermeabilizante sobre a superfície de modo uniforme.

Em um jato contínuo, a área que deve ser pintada recebe a aplicação de tinta constante, de modo a evitar manchas e respingos.

Dicas de como fazer pintura com compressor de ar

qual o melhor compressor para pintura de parede

A pintura com compressor de ar é uma técnica muito utilizada por profissionais da pintura para conseguir chegar em resultados excepcionais. 

Ao contrário dos métodos convencionais, que utilizam pincéis ou rolos, o uso do compressor de ar proporciona um acabamento mais suave. 

Para você conseguir utilizar o compressor de ar da maneira correta, a Tornado separou dicas excepcionais sobre seu uso. Vamos conferí-las?

Prepare o ambiente

Preparar um ambiente para pintura com compressor de ar é uma etapa fundamental para garantir resultados de qualidade. 

Então, comece limpando bem a superfície a ser pintada, removendo qualquer sujeira, poeira ou resíduos que possam interferir no acabamento final. 

Então, é necessário cobrir as regiões periféricas à superfície com proteções plásticas, de papelão e fitas adesivas 

Garanta uma boa iluminação

A iluminação é um fator a ser levado em consideração, visto que possibilita a visualização de como a pintura está sendo realizada.

Se for possível, realize a pintura com luz natural, e, caso contrário, utilize iluminação artificial suficiente.

Priorize proteção e segurança

As tintas são formuladas com materiais que podem ser nocivos à saúde do pintor. Por isso, utilize Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Roupas que cobrem grande parte da pele, como camisas de manga longa, luvas e calças, são importantes. Utilize também um óculos de proteção, um respirador próprio para aplicação de tintas.

O espaço precisa ter passagem de ar, logo que inalar o odor acumulado de tinta não é recomendado.

Prepare a tinta e o compressor de ar

A preparação do ambiente e da superfície é uma etapa fundamental antes de iniciar a pintura. Mas, para ter resultados satisfatórios, é necessário adotar algumas medidas. 

Então, comece protegendo as regiões periféricas da superfície a ser pintada com materiais de cobertura, como proteções plásticas, papelão e fitas adesivas. 

Dessa maneira, você evita que a tinta seja aplicada em outras estruturas e superfícies indesejadas. 

No caso das paredes, é muito importante remover espelhos de tomada/interruptores e proteger a região ao redor. 

Assim, você evita que a tinta respingue nesses elementos e garante um acabamento mais preciso para sua peça. 

Superfícies de concreto ou outros materiais que não metais precisam ser lixados devidamente.

As estruturas de metal precisam ser limpas, retirando graxas e óleos, com o auxílio de solventes, e depois lixadas. Depois de lixar a superfície, retire o pó produzido com um pano úmido. 

Garanta uma boa iluminação

Garantir uma boa iluminação durante o processo de pintura é fundamental para obter resultados precisos e de alta qualidade. 

A iluminação adequada permite uma visualização clara e detalhada de como a pintura está sendo aplicada, identificando qualquer imperfeição ou área que precise de ajustes. 

Então, aproveite a luz natural ao pintar sua peça. Opte por realizar a pintura num ambiente bem iluminado pela luz do dia. 

Caso não tenha acesso à luz natural, certifique-se de contar com uma iluminação artificial suficiente. Para isso, utilize luminárias, lâmpadas e refletores posicionados para iluminar. 

Posicione as fontes de luz de maneira a direcionar o feixe luminoso para a área que está sendo pintada. Dessa maneira, você pode realçar os detalhes e identificar possíveis erros. 

É válido ressaltar que diferentes fontes de luz podem emitir tons e cor variados, podendo influenciar a percepção das cores durante a pintura. 

Priorize proteção e segurança

Dicas de como fazer pintura com compressor de ar

É muito importante que na pintura com compressor você invista na proteção e segurança, uma vez que as tintas podem conter substâncias prejudiciais à saúde. 

Então, é essencial adotar medidas de segurança adequadas e utilizar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) apropriados. Conheça estão alguns equipamentos de segurança: 

  • Vestimenta de proteção; 
  • Óculos de proteção; 
  • Respirador apropriado;
  • Luvas de proteção.

Ao priorizar a proteção e segurança durante o processo de pintura, você estará cuidando da sua saúde e bem-estar. 

Lembre-se que o uso dos EPIs é fundamental para minimizar os riscos associados aos materiais presentes nas tintas. 

Prepare a tinta e o compressor de ar

Antes de iniciar o processo de pintura com compressor de ar, é fundamental preparar a tinta adequadamente, seguindo as recomendações do fabricante.

Cada tipo de tinta possui especificações próprias, e as instruções contidas na embalagem são essenciais para garantir a diluição correta. 

Após preparar a tinta, é necessário realizar os ajustes finais no equipamento. Veja se todas as conexões estão devidamente montadas e apertadas para evitar vazamentos. 

Após isso, faça um teste no motor e no compressor para garantir que estejam funcionando corretamente e que a pressão esteja ideal para pintura. 

Atente-se para distância enquanto faz a pintura com o compressor

Por fim, fique atento para a distância enquanto faz a pintura com o compressor. É essencial que você mantenha uma distância adequada para ter um acabamento perfeito. 

Aproximar-se demais da superfície pode resultar em excesso de tinta e formação de gotículas, enquanto afastar-se pode causar uma cobertura irregular. 

Portanto, mantenha uma distância de 15 cm a 30 cm, mas você pode variar de acordo com o tipo de tinta e o efeito desejado. 

Ao aplicar a tinta, movimente a pistola de pintura suavemente, em movimentos contínuos e uniformes, sobrepondo as passagens para garantir uma cobertura homogênea. 

Após concluir sua pintura, lembre-se de limpar adequadamente o equipamento, seguindo as instruções do fabricante. 

Como guardar corretamente as tintas que restaram?

Após a finalização da pintura, é essencial que você armazene adequadamente a tinta utilizada anteriormente. 

Primeiramente, é necessário garantir que a embalagem esteja bem vedada. Para isso, feche bem a tampa ou rosca, e veja se não existem espaços por onde o ar possa entrar. 

Para evitar que a tinta seque, você pode tomar algumas medidas adicionais. Se a lata de tinta não estiver completamente cheia, transfira o restante para um recipiente menor. 

Escolha um recipiente que possa acomodar a quantidade de tinta restante sem deixar um espaço muito vazio.

Isso ajudará a reduzir a exposição ao ar e conservar melhor a tinta. Por fim, não se esqueça de rotular claramente o recipiente com o nome da cor e da data que a tinta foi armazenada. 

Armazene as tintas num local fresco e seco, longe da luz solar direta e de fontes de calor. Isso porque temperaturas extremas podem alterar a composição e qualidade da tinta.  

Quais as vantagens do compressor para pintura de parede?

pintura com compressor na parede

Se você é interessado por pintura e está com dúvidas em adquirir um compressor para pintura de parede, a Tornado separou algumas vantagens desta máquina. Veja, a seguir! 

  • Cobertura uniforme;
  • Acabamento de qualidade;
  • Rapidez e eficiência; 
  • Versatilidade; 
  • Alcance em áreas difíceis; 
  • Menos esforço físico. 

Em alguns casos, o compressor de tinta pode ser até mais benéfico do que o rolo de tinta. Porém, dependerá muito do tipo de pintura que você deseja aplicar.  

Qual o melhor compressor para pintura de parede?

O melhor compressor para pintura de parede é aquele que atende à pintura de paredes e similares.

Procure por um compressor de pintura profissional mais simples, sem deixar de considerar a qualidade do produto, a garantia e a disponibilidade de peças avulsas no mercado.

De todo modo, a pintura com compressor ainda é uma opção mais simples, mesmo em seus modelos mais atualizados.

A pintura airless atualmente se destaca. Entenda melhor:

Airless X Compressor: Por que equipamento airless é melhor que compressor?

A pintura airless se destaca em detrimento à tecnologias mais simples, como o sistema compressor.

A pintura do tipo airless não utiliza ar comprimido, mas sim uma configuração no bico da pistola que promove a pulverização da tinta.

De qualquer forma, além desse diferencial, o sistema airless ainda apresenta outras vantagens, das quais podemos citar:

  • possibilita uma pintura mais uniforme, pois o jato de tinta é liberado em leque;
  • pode ser utilizado em superfícies com irregularidades, rachaduras e textura;
  • é capaz de pintar até 1000m² em uma hora, quando é administrada por um profissional qualificado;
  • aproveita mais tinta, evitando o desperdício;
  • economiza mais energia;
  • conta com muitas opções de bicos de pulverização.

A Tornado é a fabricante pioneira de equipamentos de pintura airless (elétrica e pneumática) no Brasil. 

A empresa comercializa todos os equipamentos necessários para realização de pinturas mais simples, mas tem como foco a aplicação industrial.

Para isso, é possível encontrar bombas, pistolas, motores e acessórios de sistema airless.

Compre ou alugue os produtos airless da Tornado e tenha as soluções mais modernas de pintura do mercado! 

Conclusão

A pintura com compressor é bastante funcional, principalmente para usos mais convencionais, como a pintura de portas, janelas, madeira, móveis e paredes.

Se você gostou deste artigo, leia também: “Misturador de Tinta Industrial: entenda o que é e como funciona”. 

Leia o nosso blog para conferir mais conteúdos relevantes sobre pintura industrial!

Compartilhar:

Artigos Relacionados

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress