Antes de chegar ao tom e textura perfeitos, a tinta deve passar pelo misturador de tinta industrial, equipamento responsável por conferir a homogeneidade do produto.

Muitas vezes, a tinta precisa ser mesclada com outras substâncias para garantir uma aplicação adequada no processo de pintura industrial.

Além da função estética, a tinta ajuda na sinalização de segurança dentro do setor industrial, assim como na conservação dos maquinários.

Contudo, para que isso seja possível, a passagem pelo misturador é indispensável. O dispositivo facilita o processo, trazendo agilidade, praticidade e qualidade no resultado.

Quer saber mais sobre as funções do misturador e descobrir como usar o equipamento? Então continue a leitura deste artigo com a gente!

O que é um misturador de tinta industrial?

 
misturador de tinta automático

O misturador de tinta, também conhecido como agitador de tinta, é um equipamento utilizado para combinar produtos e formar uma substância homogênea.

A principal função do dispositivo é garantir que a produção de tinta atinja os resultados desejados, chegando ao pigmento e textura ideais.

Para isso, ele pode combinar a tinta com outros produtos, como solventes, ou até mesmo juntar cores diferentes para criar um novo tom. Tudo depende do objetivo da pintura.

É possível encontrar diversos modelos de misturadores no mercado, cada um com características específicas voltadas para uma finalidade. 

Veja alguns exemplos dos principais equipamentos utilizados na pintura industrial para fazer a mistura de produtos:

  • agitadores;
  • misturadores estáticos;
  • misturadores de pá;
  • misturadores de tambor;
  • emulsificadores;
  • misturador de tinta automático;
  • homogeneizadores.

Como funciona um misturador de tinta industrial?

O misturador é uma das principais máquinas de pintura industrial, mas para entender como ele funciona, é importante conhecer algumas das peças que o compõem.

Além da hélice responsável por combinar as substâncias, o equipamento tem um tanque. 

Neste tanque são colocadas as tintas e outros produtos necessários para criar o conjunto perfeito.

Os equipamentos contam com lâminas bem resistentes, que evitam o acúmulo de tintas nas paredes dos tanques. 

Com o passar dos anos, os equipamentos evoluíram e as novas tecnologias permitiram a criação de misturadores muito mais eficientes, ágeis e versáteis.

A possibilidade de trabalhar com variados tipos de tintas e a capacidade de processar uma quantidade maior de produtos de uma só vez facilitou muito o processo de pintura.

Dentre as principais funções do misturador, temos:

  • diluição de produtos;
  • homogeneização;
  • dispersão dos pigmentos de tinta.

Como usar um misturador de tinta industrial?

Como vimos, o misturador funciona de maneira bem simples, mas é preciso tomar alguns cuidados para realizar o processo corretamente.

Substâncias líquidas devem ser adicionadas primeiro ao tanque de mistura, depois deve-se incluir os produtos sólidos, como os pigmentos, por exemplo.

No caso específico dos pigmentos, a mistura fará a dispersão de partículas para evitar aglomerados que podem prejudicar o resultado final da aplicação.

Uma vez feito isso, resinas e aditivos podem ser acrescentados para transformá-los em novas substâncias.

Além disso, é importante seguir as orientações do fabricante para saber a forma correta de manusear o equipamento.

Verifique também as indicações com relação à limpeza e manutenção do misturador, assim você mantém a máquina preservada e atuando em seu desempenho máximo por muito mais tempo.

Quais tintas podem ser utilizadas no misturador?

Conforme já comentamos, os avanços tecnológicos tornam o misturador cada vez mais versátil. 

Hoje, existem modelos para os mais variados tipos de tinta, alguns deles atendem apenas um produto, enquanto outros já conseguem processar diferentes substâncias.

Contudo, o uso de produtos errados pode causar danos ao equipamento, por isso é importante estar atento às indicações de uso do fabricante.

Listamos as principais tintas que podem ser utilizadas no misturador. Confira quais são elas a seguir.

Jatos de tinta

Pinturas feitas com máquinas pulverizadoras, que liberam jatos de tinta, exigem uma mistura específica para triturar os os pigmentos de maneira eficaz sem precisar moe-los antecipadamente.

quais tintas podem ser utilizadas no misturador

Esses jatos de tinta são utilizados no método airless, uma das técnicas de maior qualidade no mercado atualmente.

A liberação de tinta por jatos garante uma cobertura mais uniforme, rápida e sem desperdício de produto ou acúmulo nas superfícies.

Tintas de uso geral

Tintas a base de dióxido de titânio, carbonato de cálcio, sílica, argila, talco, mica, pigmentos de cor, óleo ou solvente podem ser misturados pelo equipamento.

Junto a eles, é possível usar produtos modificadores e aditivos para chegar ao resultado desejado.

Tintas especiais

Além das tintas convencionais, o misturador também processa tintas especiais, como é o caso dos produtos metálicos e condutores.

Tintas fluorescentes, ativadores de aço, fosforescentes e de segurança são outros tipos que podem passar pelo tanque misturador de tinta.

Revestimentos de silicone

Muito utilizados nas pinturas automotivas, os revestimentos com base de silício são outro tipo de substância comumente misturadas no equipamento.

Independente do tipo de produto utilizado, é sempre importante conferir as instruções do fabricante antes de colocar qualquer tinta dentro do tanque.

Algumas substâncias também exigem cuidados especiais no manuseio e processos específicos de fusão, portanto é fundamental se informar.

Quais as principais aplicações para um misturador de tinta industrial?

O misturador de tinta industrial permite a realização de diversos processos em um só equipamento. 

Para isso, ele conta com condições operacionais exclusivas, que possibilitam a preparação de misturas com praticamente todos os tipos de substâncias.

Confira as principais aplicações de um misturador de tinta:

  • mistura de pós com líquidos;
  • mistura de massas e granulados;
  • mistura de pós;
  • mistura de pós com sólidos.

Conclusão

Como vimos ao longo deste conteúdo, os misturadores de tinta industrial são equipamentos muito versáteis e eficientes, capazes de agilizar o serviço de pintura.

Disponíveis em vários modelos, os misturadores processam os mais diversos tipos de produtos e garantem a produção de uma mistura homogênea, com as cores e texturas desejadas.

Após entender o funcionamento da máquina, falamos sobre as principais aplicações do misturador e explicamos como usar o equipamento.

Vale lembrar a importância da manutenção e limpeza correta, sempre seguindo as indicações do fabricante para garantir a vida útil do produto.

maio 19, 2022
misturador de tinta industrial

Misturador de Tinta Industrial: entenda o que é e como funciona

Antes de chegar ao tom e textura perfeitos, a tinta deve passar pelo misturador de tinta industrial, equipamento responsável por conferir a homogeneidade do produto. Muitas […]
maio 19, 2022
Bico para pistola de pintura

Saiba o que é e para que serve um bico para pistola de pintura

O bico para pistola de pintura é uma peça importante para equipamentos airless ou com compressores nas pistolas de ar comprimido.  Entretanto, é preciso escolher o […]
maio 13, 2022
nr12 o que é

NR 12: O que é, objetivos e qual a importância dessa norma?

NR12, o que é? A NR12 é uma norma regulamentadora que estabelece ações para garantir a segurança durante o uso de máquinas e equipamentos. NR12, o […]
maio 13, 2022
Corrosão como evitar

Corrosão: como evitar e como a pintura industrial ajuda a proteger os equipamentos

O desgaste de materiais em indústrias é muito comum, mas traz prejuízos para a produção e para as finanças da empresa. Por isso, uma dúvida é […]
maio 12, 2022
pintura epoxi

Pintura Epóxi: Como é feita, aplicabilidades e dicas para utilizar!

A pintura epóxi é um revestimento que oferece alta durabilidade e fácil manutenção para diversas superfícies. Saiba como fazer pintura epóxi corretamente! A pintura epóxi é […]
maio 10, 2022
como limpar pistola de pintura

Como Limpar Pistola de Pintura: dicas simples para manter a vida útil do equipamento

Confira dicas práticas sobre como limpar pistola de pintura após o uso e descubra os cuidados essenciais para preservar o equipamento no dia a dia.
fevereiro 18, 2022

Tanque de pintura industrial: entenda o que é e seus benefícios

Você sabe para que serve o tanque de pintura industrial? Quem trabalha com pintura com certeza já ouviu esse nome por aí, mas nem todo mundo […]
fevereiro 10, 2022

Airless: Tudo o Que Você Precisa Saber [+ Vantagens]

Você sabe como funciona a pintura com airless? O sistema dispensa o uso de ar comprimido e garante uma aplicação uniforme, rápida e de alta qualidade. […]
fevereiro 3, 2022

Mangueira Airless: O que é, Vantagens e Modelos da Tornado!

Você sabia que o sistema airless é capaz de pintar até mil metros quadrados em apenas um dia? Sem dúvidas a tecnologia traz inúmeros benefícios, mas […]