Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Bomba de Pintura
Pistola de Pintura
Tanque de Pressão
Bomba Duplo Diaframa
Acessórios p/ Pintura Industrial

Pintura Bicomponente: o que é, como funciona e aplicações

A pintura bicomponente é aquela realizada com tinta bicomponente.

A tinta bicomponente funciona a partir do processo de catálise entre tinta/impermeabilizante e catalisador (agente de cura).

Ou seja, é necessário misturar dois componentes para então compor uma tinta especial.

Neste artigo, vamos te explicar como funciona a pintura bicomponente, quais são as opções disponíveis no mercado e os equipamentos necessários para aplicar a tinta bicomponente.

Portanto, acompanhe o texto e boa leitura!

O que é uma pintura bicomponente

A pintura bicomponente é um tipo de pintura em que se misturam dois componentes, que são uma resina junto a um agente de cura.

A mistura entre as duas tintas é chamada de catálise.

O uso da pintura bicomponente é especialmente para pinturas industriais, principalmente de superfícies que serão expostas a alta agressividade.

A tinta bicomponente é feita para uma melhor proteção a superfícies de metal, madeira, concreto e muitas outras.

Materiais que sofrem corrosão, e que são altamente expostos seja à altas temperaturas, ao clima ou à abrasão, precisam ser pintados com tintas bicomponentes.

A mistura não ocorre de qualquer forma. É preciso que as duas soluções sejam misturadas completamente, até ficarem homogêneas, para que então reajam juntas e formem a tinta final.

É por isso que é necessário contar com equipamentos que facilitam esse processo e garantem um alto padrão de mistura. 

Vale lembrar que a pintura bicomponente possui uma vida útil limitada, justamente por ser resultado de um processo de catálise.

É importante ressaltar que a tinta bicomponente, diferente de outras tintas, não necessita de solventes. Inclusive, é por esse motivo que essas tintas não costumam causar grandes impactos no meio ambiente, sendo assim uma opção mais ecologicamente correta.

Qual é o material utilizado para a pintura bi-componente

Pintura de chão com tinta bicomponente epoxi amarela

A estrutura básica da pintura bicomponente é formada pela mistura de duas soluções: a tinta e o catalisador.

Geralmente, essa tinta é uma resina de poliuretano ou de epóxi. O catalisador é um agente de cura.

Os dois componentes precisam ser misturados corretamente para que a tinta esteja pronta.

Por fim, a aplicação mais adequada se dá com equipamentos modernos de pintura industrial, embora existam outras alternativas mais simples, mas menos eficientes.

O que é tinta epóxi bicomponente? E para que serve epóxi poliamida?

A tinta bicomponente pode ser a base de epóxi. 

As tintas de epóxi são as mais resistentes do mercado, inclusive saindo levemente à frente do poliuretano.

O epóxi é bastante durável e resistente contra forte abrasão. Os raios ultravioleta costumam tornar o epóxi amarelado.

É por esse motivo que as tintas epóxi são bastante utilizadas para pintura de pisos, por exemplo.

Contudo, o epóxi ainda pode ser aplicado nas mais diversas superfícies, pois ele possui alta aderência.

A tinta epóxi poliamida é especialmente utilizada no âmbito industrial, pois conta com características bastante especiais.

O epóxi poliamida é uma tinta de acabamento, que tem como característica alta resistência mecânica e química contra abrasão, água, derivados de petróleo e solventes.

Além disso, é uma tinta atóxica, e capaz de inibir a proliferação de bactérias em ambientes.

Por conta de suas propriedades, é adequada para pintar:

  • revestimento interno da caixa d´água;
  • centros cirúrgicos;
  • banheiros;
  • azulejos e rebocos;
  • estruturas metálicas;
  • equipamentos industriais; 
  • indústria química;
  • e muito mais.

Outros exemplos de produtos para pintura bicomponente

Além do epóxi, outros substratos são utilizados na pintura bicomponente. Conheça outras opções:

Impermeabilizante poliuretano bicomponente

A tinta de poliuretano bicomponente é tão utilizada quanto a de epóxi. 

O poliuretano é uma substância sólida que lembra uma espuma, mas quando é quimicamente alterado, pode ser um material isolante e formulado em tinta impermeabilizante.

O poliuretano bicomponente pode ser utilizado em pisos, madeira, metais e qualquer outra superfície exposta às ações do tempo e à água.

É um revestimento bastante resistente a produtos químicos, ações do tempo, corrosão, e também apresenta boa retenção de cor.

Verniz bicomponente automotivo

O verniz bicomponente automotivo serve para revestir automóveis e protegê-los de danos dos raios solares e das ações do tempo em geral.

Por ser bicomponente, ele precisa de um endurecedor para verniz bicomponente.

O que é pintura em poliuretano e qual a sua relação com a pintura bicomponente

Várias latas de tinta vazias no chão, uma fechada e uma abeta, na qual um profissional misturando tinta para pintura bicomponente

Algumas pessoas imaginam que existe diferença entre poliuretano e pintura bicomponente. É importante ressaltar que pintura com poliuretano obrigatoriamente utiliza os dois componentes: tinta e catalisador.

As resinas diversas, como epóxi e poliuretano, precisam ser misturadas com um catalisador ou endurecedor, que é responsável por acelerar o processo de cura.

O único ponto que pode ser diferente é a presença de um solvente, que pode ser utilizado em tintas que não se classificam bicomponentes.

Cabe ressaltar que uma tinta bicomponente não aceita a adição de um solvente, restringindo-se apenas ao catalisador.

Exemplos de máquina para pintura bicomponente 

A máquina para pintura bicomponente é composta por uma série de equipamentos capazes de promover uma pintura industrial profissional.

Os principais equipamentos para pintura bicomponente são:

  • bomba com misturadores;
  • pistola, de preferência airless;
  • mangueira;
  • bicos para pistola.

O que é catálise de tintas bi-componentes 

A catálise de tintas bicomponentes é um processo que busca acelerar a cura das tintas.

O principal responsável por essa reação é o catalisador ou endurecedor, que é misturado junto ao impermeabilizante.

A catálise é uma reação química conhecida por fazer com que as moléculas reagentes reajam mais rápido, ou seja, é a reação capaz de acelerar outra reação.

A Tornado é uma empresa que comercializa equipamentos para pintura industrial, inclusive equipamentos para pintura bicomponente de alto padrão.

A empresa realiza a instalação de equipamentos, desenvolve sistemas personalizados de pintura e conta com uma equipe de suporte técnico.

Conheça os equipamentos de pintura industrial da Tornado e modernize os seus processos!

Conclusão  

A pintura feita por meio de tintas bicomponentes é conhecida por sua alta resistência contra danos causados pelo clima, abrasão e reações químicas.

Ao utilizar materiais bicomponentes, certifique-se de realizar a mistura corretamente, a partir das indicações do fabricante, indicadas na ficha técnica do produto.

Não se esqueça também do tempo de indução da tinta. Elas não toleram ficar muito tempo paradas.

Caso tenha gostado deste artigo, leia também: “Misturador de Tinta Industrial: entenda o que é e como funciona”.

Acesse o nosso blog para ler mais conteúdos relevantes sobre pintura industrial!

Compartilhar:

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress