Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Bomba de Pintura
Pistola de Pintura
Tanque de Pressão
Bomba Duplo Diaframa
Acessórios p/ Pintura Industrial

Jateamento Abrasivo: Saiba o que é, como funciona e seus equipamentos!

O jateamento abrasivo é um procedimento realizado a fim de limpar e remover contaminantes ou outras substâncias de uma superfície.

Ele é altamente utilizado em peças metálicas, mas também pode ser aplicado em cerâmicas e concretos, por exemplo.

Muitas vezes, o jateamento é fundamental para uma boa pintura, sobretudo se ela for industrial/profissional.

Neste artigo você vai conferir as principais informações sobre o jateamento abrasivo, como o que é, para que serve, os principais tipos e como ele é feito.

Portanto, acompanhe o texto até o final e tenha uma boa leitura!

 

Índice:


O que é jateamento abrasivo?

O jateamento abrasivo é um processo de limpeza de superfícies geralmente metálicas. Ele atua removendo todas as imperfeições, contaminantes e manchas.

Sendo assim, em estruturas de ferro o procedimento retira ferrugens, graxas, gordura, tintas antigas, cascas de fundição e carepas soltas.

O jateamento também pode ocorrer também em superfícies de outros materiais, como concreto e cerâmicas.

Normalmente, o jateamento antecede a pintura industrial. Sendo assim, é muito praticado nas indústrias de metalurgia, mineração, construção civil, agrícola, náutica/naval e muitas outras.


Para que serve o jateamento abrasivo? (Principais Aplicações)

Muitas vezes a preparação de uma superfície pode ser feita manualmente, com auxílio de outras ferramentas, como lixas, raspadores de tinta e aplicação de alguns produtos de limpeza.

O jateamento abrasivo surge justamente como uma forma altamente eficiente de retirar qualquer contaminante de uma superfície metálica, de concreto e, em alguns casos, cerâmica.

Além disso, o jateamento também ocorre no vidro, para criar um efeito fosco.

Em geral, o jateamento abrasivo é aplicado em:

  • bombas;
  • bases;
  • tanques;
  • válvulas;
  • tubos;
  • vigas;
  • conexões;
  • perfis de metal;
  • máquinas agrícolas;
  • automóveis;
  • cascos de navios;
  • e muito mais. 


Quais são os tipos de jateamento abrasivo? (Principais abrasivos para jateamento)

Existem muitos tipos de jateamento abrasivo, que são definidos por conta de cada material abrasivo. Há alguns modelos metálicos e não-metálicos, que são subdivididos entre minerais, orgânicos, sintéticos e outros diversos.

Como abrasivos minerais podemos citar granada, dolomite, olivina e areia de sílica. Já como orgânicos podemos destacar caroços de azeitona, cereja e outras frutas, e cascas de nozes.

Alguns exemplos de abrasivos sintéticos são ferro, níquel, óxido de alumínio, vidro e carboneto de silício.

Gelo seco, bicarbonato de sódio e grânulos de plástico também podem ser utilizados, mas não são comuns.

Abaixo, vamos destacar os tipos de jateamento abrasivo mais utilizados e explicar um breve resumo sobre os seus pontos positivos e/ou negativos:

  • Jateamento de granalha de aço redonda (shot): é funcional, mas pode oxidar com facilidade, então são necessários maiores cuidados;

  • Jateamento de granalha de aço angular (grit): também pode oxidar com facilidade, mas é funcional;

  • Jateamento de areia: o seu uso é menos recomendado, pois a poeira causada pela areia pode ser prejudicial à saúde. Quando é a opção, deve ser utilizada com EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e um espaço aberto;

  • Jateamento de microesfera de vidro (glass bleed): é bastante funcional, mas tem preço elevado;

  • Jateamento de óxido de alumínio: é altamente utilizado e pode ser bastante eficiente.


Como fazer jateamento abrasivo?

 


Como já explicado o jateamento abrasivo é um processo de limpeza e preparação de superfícies, geralmente metálicas. 

Para fazer o jateamento abrasivo, é necessário de alguns equipamentos básicos, como:

  • Uma máquina de jateamento; 
  • Um bico de jateamento;
  • Um capacete de proteção;
  • Uma roupa de proteção;
  • Uma mangueira; 
  • Um material abrasivo. 

O processo de jateamento é simples, mas é necessário cuidado e atenção durante a aplicação. Basicamente, você deve seguir os seguintes passos:

  • Escolha o material abrasivo adequado: Por exemplo, se você quer remover ferrugem de uma peça metálica sem danificar o metal, você pode usar a granalha de aço ou bicarbonato de sódio;
  • Prepare a superfície: Para isso, remova qualquer sujeira solta ou gordura com um pano ou uma escova. Isso facilita a aderência do material abrasivo e evita que ele se misture com a sujeira;
  • Ajuste a pressão do ar conforme a necessidade: Quanto maior a pressão, maior será a velocidade e a força do jato. Porém, uma pressão muito alta pode danificar a superfície ou causar um desgaste excessivo do bico;
  • Vista a roupa adequada para realizar o procedimento: Dessa maneira, você evita acidentes durante o processo de limpeza. Não se esqueça de verificar se não há vazamentos ou obstruções na mangueira nou no bico;
  • Inicie o processo de jateamento: Posicione-se a uma distância adequada da superfície e aponte o bico na direção desejada. Acione o gatilho da máquina de jateamento e mova o bico lentamente sobre a superfície em movimentos uniformes. 

Esses são os passos básicos que devem ser seguidos para realizar um jateamento abrasivo de qualidade. 

No entanto, é válido ressaltar que esse processo deve ser feito por pessoas ou profissionais que já possuem experiência com a máquina


Qual a principal diferença entre jateamento abrasivo úmido e hidrojateamento? Qual o melhor?

O jateamento abrasivo úmido e o hidrojateamento são duas técnicas que também servem para obter uma superfície limpa.

Pelo nome, é comum que algumas pessoas confundam os seus significados.

O jateamento úmido funciona de modo muito semelhante ao jateamento seco. Basicamente, uma máquina carregada de ar pressurizado e comprimido despeja materiais abrasivos contra a superfície.

Contudo, enquanto o ar do jateamento seco não possui nenhuma adição, o ar do jateamento úmido conta com pequenas partículas de água que tornam o ar úmido.

Mas aí você se pergunta, qual é o resultado dessa umidificação da água, no final das contas?

Nós respondemos: ela pode diminuir a poeira e névoa que é bastante presente no jateamento seco. Essa poeira, inclusive, torna o trabalho do operador ainda mais insalubre, pois inalar a névoa é prejudicial à saúde.

Já o hidrojateamento é o procedimento que utiliza jatos de água altamente pressurizada. Sendo assim, ela é emitida com alta velocidade, a fim de remover contaminantes.


Qual o melhor material para jateamento?

 


O melhor material para jateamento depende do tipo de superfície a ser tratada, do objetivo e do resultado desejado. Alguns dos materiais mais comuns são: 

  • Areia de Sílica ou Dióxido de Silício: É um dos tipos mais populares de jateamento, pois é barato e eficiente na remoção de impurezas e manchas;

  • Bicarbonato de Sódio: É um material abrasivo duro, que pode criar um acabamento suave e brilhante em superfícies metálicas. Ele é utilizado para remover tinta, ferrugem e corrosão de maneira rápida e eficaz;

  • Grãos de Vidro: São materiais abrasivos finos, que podem criar um efeito fosco e acetinado em superfícies como vidro, cerâmica e plástico. Eles são utilizados para polir e dar acabamento, mas não são muito eficientes na remoção de impurezas;

É válido ressaltar que existem outros tipos de materiais para jateamento, como gelo seco, casca de noz, óxido de alumínio e outros.

Cada um possui suas próprias vantagens e desvantagens, dependendo da aplicação. O importante é escolher o material adequado ao tipo de superfície. 


E por que o jateamento abrasivo úmido costuma ser preferido em relação ao jateamento seco?

A grande diferença entre os dois procedimentos é que o jateamento úmido utiliza materiais abrasivos, enquanto o hidrojateamento conta apenas com água muito pressurizada.

Desse modo, não é possível afirmar qual é o melhor, pois cada um pode ser mais indicado para uma aplicação.

Para limpezas mais pesadas e eficientes, o jateamento úmido é mais adequado. Já para limpezas mais leves, com apenas sujeiras e contaminantes, é possível optar pelo hidrojateamento.


Como funciona o jateamento abrasivo?

Profissional com forte equipamento de proteção fazendo jateamento abrasivo em grande peça de metal

O jateamento abrasivo ocorre por meio de uma máquina que pressuriza ar e armazena um material abrasivo.

Sendo assim, quando acionada, ela é capaz de liberar em altíssima velocidade, proporcionada pela pressão, um jato que contém o material abrasivo.

Ele é direcionado para a superfície, que no mesmo instante começa a ser desgastada e limpa de contaminantes, corrosão e outras imperfeições.

No final, a estrutura além de limpar, também se torna rugosa. Isso faz com que a pintura/revestimento que será aplicado posteriormente consiga fixar melhor.


Equipamentos para jateamento abrasivo

 


São necessários diversos equipamentos para realização do jateamento abrasivo, como Equipamentos de Proteção Individual (EPI), a própria máquina de jateamento, bicos especiais, mangueiras e muito mais.

Além disso, para a realização da pintura posterior, com técnicas profissionais, é preciso também contar com equipamentos de qualidade.

A Tornado comercializa equipamentos de pintura industrial com os melhores recursos do mercado.

A empresa conta com equipamentos e acessórios altamente modernos, como pistolas de pintura, motores, agitadores, bombas de tinta, filtro de tinta, tanque de pressão e muito mais.

Confira os produtos da Tornado para realizar uma pintura industrial ágil e eficiente! 


Conclusão

O jateamento abrasivo é um procedimento que busca retirar contaminantes, sujidades, óxido, ferrugem, tintas antigas, carepas soltas, cascas, gordura, graxa e manchas de superfícies de metal, concreto e cerâmica.

Vale lembrar que ele deve ser feito por profissionais qualificados, que têm conhecimento e se baseiam em normas técnicas, que tratam sobre a qualidade e segurança do procedimento.

💡Leia também: “Como Fazer Pintura Eletrostática: o que é, como funciona [Passo a Passo]”. 

Acesse nosso blog para ler mais conteúdos, dicas e informações relevantes sobre pintura industrial! 

 

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress