Mais resultados

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Bomba de Pintura
Pistola de Pintura
Tanque de Pressão
Bomba Duplo Diaframa
Acessórios p/ Pintura Industrial

Impermeabilização por Injeção: entenda como funciona e onde aplicar

A impermeabilização por injeção é um tecnologia utilizada para reparar fissuras, sobretudo, em estruturas de concreto, sejam elas em lajes, paredes e outras estruturas.

As aberturas no concreto prejudicam a impermeabilização da superfície, e, por isso, precisam ser preenchidas com um material adequado.

A injeção química é uma das técnicas mais modernas, que podem ser utilizadas para vedar frestas, evitando assim problemas de infiltração e estética.

Na maioria das vezes, o poliuretano é o material utilizado para selar as aberturas, por conta de suas características de forte aderência ao concreto.

Para entender mais sobre o processo de impermeabilização por injeção, acompanhe este artigo. Boa leitura!

O que é a impermeabilização por injeção?

A impermeabilização por injeção é o processo que se utiliza da ferramenta nomeada injeção para proteger superfícies, geralmente de concreto armado, contra a umidade e a infiltração.

Trata-se de um processo que ocorre na maioria das construções civis de qualidade, onde há preocupação em evitar problemas com a entrada de água e líquidos em estruturas de concreto.

Além disso, a impermeabilização serve também para evitar a danificação de estruturas por conta da forte abrasão. No entanto, a aplicação com injeção tem como foco preencher lacunas.

O método mais comum de impermeabilização de concreto, a fim de preencher fissuras, é a manta asfáltica, que basicamente é uma camada colada sobre o concreto, formulado por diversos componentes, como polietileno, poliéster, borracha e fibras de vidro.

Contudo, até mesmo esse tipo de proteção pode sofrer com rachaduras, e então a impermeabilização com injeção se faz necessária.

Em resumo, a impermeabilização por injeção é realizada para selar fissuras de pequenas espessuras em concreto.

Vale ressaltar que, para melhores resultados, é preciso investir em uma empresa especializada nesse tipo de aplicação.

Quais as vantagens da impermeabilização por injeção?

Mão apontando para parede com fissura, possivelmente causada por infiltração, que necessita de Impermeabilização por injeção

A impermeabilização por injeção apresenta diversos benefícios em relação ao reparo de aberturas em concreto. Dentre as vantagens, podemos citar:

Facilidade

A aplicação de impermeabilizantes por injeção é bastante prática, pois são necessários apenas alguns furos, que abrem espaço para a inserção de materiais. Por isso não há necessidade de quebrar estruturas e refazê-las.

Custo-benefício

É bastante econômico investir na impermeabilização desse tipo, pois não é preciso gastar com materiais e ferramentas referente à demolições. O investimento deve ser unicamente em empresas especializadas no serviço.

Durabilidade

Trata-se de uma solução de vedação bastante durável, com vida útil semelhante à técnicas de impermeabilização mais convencionais.

Rapidez

A impermeabilização por injeção é um processo rápido, logo que basta realizar furos estratégicos, injetar o produto e realizar o acabamento.

Resistência à umidade

É uma técnica que pode ser aplicada em concretos úmidos, que estão sendo acometidos por vazamentos. O único cuidado deve ser na escolha do material impermeabilizante.

Como é feita a aplicação de impermeabilização por injeção?

A aplicação de impermeabilizantes por injeção ocorre de uma forma bastante diferente de outros métodos.

Entenda como funciona a aplicação de impermeabilização por injeção:

Avaliação

Primeiramente é avaliada a condição da fissura no concreto, e de qual tipo de superfície se trata. Isso é importante para justamente nortear a escolha do material impermeabilizante.

Cada material possui as suas características, que são úteis para cada tipo de problema. O que mais se destaca é o poliuretano e as suas variações.

Isso porque é um material conhecido por sua alta resistência e flexibilidade, se adequando assim a diferentes movimentações naturais das estruturas.

Preparo do concreto

É preciso que ocorra o preparo do concreto, para que as fissuras sejam visualizadas com clareza. 

Existem casos em que elas já estão visíveis, sendo assim mais fáceis de receberem a aplicação.

Injeção

Nessa etapa, se realizam furos inclinados, geralmente em 45º, de modo a atravessar a parte interna da fissura.

É importante realizar esse tipo de furo para tentar atingir o eixo da rachadura, para que o impermeabilizante se espalhe de modo uniforme.

O próximo passo é encaixar o bico da injeção nos furos, e então começar a injetar o impermeabilizante.

A pressão da bomba compressora ou elétrica deve ser de acordo com o vazamento que está disposto. Caso esteja realizando apenas um preenchimento de uma laje comum, a pressão não será tão alta.

Já se o trabalho ocorre em uma estrutura de uma barragem, por exemplo, a pressão precisa ser forte o suficiente para cessar a entrada de água.

Quando o material já puder ser visto na superfície negativa, de onde a aplicação é feita, é bastante provável que a impermeabilização esteja finalizada.

Acabamento

É comum que o material vaze, tornando a superfície mal acabada. Por isso, é preciso realizar o corte do material excedente, e finalizar com o acabamento de sua preferência.

Quais são os produtos utilizados em uma impermeabilização por injeção?

Parede com impermeabilização por injeçãoExistem produtos que são mais utilizados na hora de impermeabilizar lacunas em concretos. Os principais são:

Poliuretano

O poliuretano é o material mais popular para esse tipo de aplicação. Isso porque apresenta características como alta resistência.

Além disso, o PU é bastante aderente à superfícies em concreto. Existem ainda modelos de PU que não propagam chamas e são atóxicos.

As oscilações térmicas podem movimentar as estruturas de construção civil. O PU se mostra flexível e, então, acompanha esse tipo de movimentação.

Vale ressaltar que ele é disponível em diversas variações, como a vegetal, por exemplo.

Além disso, cabe frisar que existem dois tipos de poliuretano, o de células abertas e o de células fechadas.

Ambos possuem a mesma ação de preencher fissuras, mas apenas o tipo de células fechadas é capaz de impermeabilizar a estrutura.

Gel acrílico

O gel acrílico é resistente à água, e também bastante flexível e de baixa viscosidade. Por isso, tem a sua aplicação bastante facilitada.

As suas características são bastantes semelhantes com as do poliuretano, embora este o gel acrílico seja ainda menos viscoso.

A Tornado é a primeira fabricante de equipamentos de pintura industrial no Brasil. Dentre os seus produtos, é possível encontrar as melhores bombas de compressão do mercado! 

Conheça os nossos equipamentos, e adquira o seu para um trabalho mais eficiente e produtivo!

Conclusão

A impermeabilização por injeção é uma técnica que busca preencher fissuras de estruturas em concreto.

Ela se destaca por proporcionar que haja a total vedação e impermeabilização da área afetada, de forma ágil e sem a necessidade de qualquer tipo de demolição.

Caso tenha gostado deste artigo, leia também: “PU Vegetal: entenda como funciona a impermeabilização”

 

Para mais artigos relevantes sobre pintura e impermeabilização industrial, acompanhe o nosso blog! 

Compartilhar:

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress